Covid: Município reduz drasticamente aplicação de testes

Falta de testes para Covid faz Garopaba limitar avaliação para moradores e turistas com sintomas, pois após as festas de fim de ano os números de casos aumentaram exponencialmente trazendo muitos casos confirmados diariamente. Sabemos que esses números são ainda maiores, pois muitas pessoas não conseguiram fazer o teste.
Mais de dois anos depois do início da pandemia, no momento em que epidemiologistas alertam para risco de colapso no verão, a testagem contra covid-19 em Garopaba já passou de 4 mil testes realizados.
Mesmo com a vacinação contra Covid avançada, epidemiologistas apontam que a testagem em massa é essencial para apontar as tendências da epidemia e embasar decisões das autoridades de saúde para controlar surtos do vírus e evitando o contágio entre as pessoas.
Os testes rápidos são uma etapa no processo de identificação que possibilita resultados em poucos minutos: após a triagem do profissional de saúde, caso o resultado dê negativo em um teste rápido, ele pode ser descartado como coronavírus. Já se o resultado der positivo, o paciente terá seu exame enviado para um laboratório, para que seja analisado com mais detalhes e ser confirmado ou descartado. Esse processo é importante, pois as pessoas ficam sabendo se podem ou não continuar suas atividades sem transmitir o vírus para familiares, colegas ou clientes no caso do comércio.
Desde terça-feira (11) limitou a realização do teste de Covid-19 para pacientes que apresentem sintomas, nas unidades de saúde, em virtude da falta de materiais diante do aumento da demanda provocada pelo agravamento da pandemia, com a chegada da variante ômicron, e casos de gripe com sintomas semelhantes.
A administração alegou que já trabalha para viabilizar a chegada de novos testes e estabilizar o estoque. “A prefeitura está efetivando a compra para atender a demanda”, diz o Secretário em entrevista ao jornalismo local e ressaltou a importância do isolamento de moradores sintomáticos para reduzir a circulação do vírus.

Notícias Relacionadas