Garopaba aplicou 13.375 vacinas contra Covid-19.

O município imunizou 10.468 pessoas com a primeira dose e 2.907 a segunda dose contra a Covid-19 até esta quarta-feira (30/06), com previsão de 23.579 doses para Garopaba.
Os grupos que já estão sendo vacinados essa semana são de 46 a 49 anos em Garopaba e expectativa com as novas doses que devem chegar ainda hoje no município, irá contemplar as pessoas de 45 e 44 anos.
O Governo de Santa Catarina recebeu na noite desta quarta-feira, 30, duas novas remessas de doses da vacina contra a Covid-19, somando um total de 257.190 doses. O primeiro lote, com 37.440 doses da Pfizer, chegou ao aeroporto de Florianópolis às 19h. O segundo, com 219.750 doses da vacina AstraZeneca, está previsto para chegar às 23h20. As novas remessas serão distribuídas aos municípios catarinenses para aplicação da primeira dose (D1).
“Essas novas doses irão nos permitir avançar nos grupos a serem vacinados. Mas é muito importante que aqueles que já se vacinaram com a primeira dose fiquem atentos ao prazo e voltem para receber a segunda. Temos cerca de 70 mil pessoas que não retornaram. Só com a população vacinada estaremos mais próximos da normalidade”, frisou o governador Carlos Moisés.
A distribuição vai começar na quinta-feira, 1º de julho, pela manhã. As vacinas das centrais regionais de São Miguel do Oeste, Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Joaçaba, Videira, Mafra, Rio do Sul e Lages serão transportadas pelo avião do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Para as demais centrais regionais, Grande Florianópolis, Tubarão, Criciúma, Araranguá, Jaraguá do Sul, Joinville, Blumenau e Itajaí as doses seguem via terrestre. A previsão é que a distribuição seja finalizada ainda na quinta.
O diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck, explica que o quantitativo de doses que está sendo enviado aos municípios catarinenses corresponde a aproximadamente 85% das vacinas necessárias para aplicação da primeira dose na população adulta, com idade entre 45 e 49 anos. “Estamos avançando na vacinação por faixa etária, mas não podemos deixar que alguns grupos fiquem com baixa cobertura vacinal. Por esse motivo, pedimos que os municípios só avancem para um novo grupo etário quando a cobertura vacinal do grupo anterior for superior a 75%”, assinala o diretor.
Fonte: Governo do estado SC

Notícias Relacionadas