Morre o seu Bonifácio, artesão muito popular em Garopaba


Nascido e criado na Areias do Macacu, Bonifácio aprendeu a unir junco e cordão aos cinco anos, produzindo suas esteiras e jogos americanos, que eram o carro chefe de sua produção artesanal. Aprendeu o ofício da produção de esteira com sua mãe e ele transmitiu seus conhecimentos à muitas crianças da cidade, por meio de visitas de várias escolas municipais. Bonifácio teve 15 filhos com sua esposa Elvira, também artesã, sendo um deles também artesão produtor de esteiras de taboa.
Morava na Areias de Macacu, ao lado das Dunas do Siriú, lugar onde a palha se transformava em arte e ali vivia com sua família, onde tinha seu próprio ateliê nos fundos de sua casa. No tear repleto de cordões e pecinhas em madeiras, sua agilidade em produzir cruzando o cordão e varetas, produzia peças de alta qualidade cultural, que foram vendidas para vários lugares do mundo. Conhecido pelo seu trabalho e simpatia, suas peças eram usadas em decorações de casamentos e residências, possuindo clientes que se tornaram amigos e que faziam questão de ir até o seu ateliê para uma prosa e comprar suas esteiras ou jogos americanos.
Ele foi recentemente premiado pela Lei Aldir Blanc com um prêmio, representando da cultura popular e uma tradicional produção artesanal.
Seu Bonifácio morreu de infarto hoje pela manhã e deixa um vazio na cultura de Garopaba.

Notícias Relacionadas

Fechar Menu