Resamb recebe visita técnica de Prefeitos do Rio Grande do Sul

Foi realizado nesta quarta-feira (23), uma visita na empresa Resamb, responsável pela coleta, transporte e separação dos resíduos sólidos de Garopaba e Paulo Lopes. Estiveram presentes prefeitos e representantes do Arroio do Padre, Arroio Grande, Canguçu, Cerrito Chui, Jaguarão, Morro Redondo, Pedras Altas, Pedro Osório, Pelotas, Piratini, Rio Grande, São José do Norte e Turucu.
O proprietário da Resamb, Joaquim Pacheco, recebeu e apresentou o funcionamento da empresa e seus diferentes setores, além de explanar sobre o histórico da Empresa e as dificuldades enfrentadas. Além disso, trouxe dados de desempenho, como o alcance de 50% de separação da coleta do lixo por meio de triagem ou coleta seletiva durante o inverno, sendo que esse número diminui durante o verão.
As prefeituras que fazem parte do consórcio de municípios no Rio Grande do Sul, buscaram a Resamb como referência nacional no processo de coleta e separação, diminuindo o volume dos resíduos que vão para os aterros sanitários, aumentando os custos para os municípios.
Portanto, os exemplos práticos apresentados pela Resamb representam não só eficiência na logística de coleta e separação, mas na garantia de direitos trabalhistas, onde hoje emprega mais de 70 colaboradores e os equipamentos de segurança, juntamente com treinamentos para cada função. Joaquim também ressaltou a importância da população no processo, por meio da conscientização e sensibilização para realizar a separação dos materiais em suas residências.
A empresa possui uma frota de 12 veículos para atender a região, com destaque para quatro veículos que atendem a coleta seletiva facilitando a triagem dos materiais recicláveis.
Melhorar essa estatística é fundamental para diminuir o volume de lixo que os aterros e lixões recebem, pois, o serviço de coleta é um dos elos entre o resíduo reciclável separado em nossas casas e a Resamb.
E ainda para finalizar, a visita da comitiva pôde verificar a forma como está avançando o setor de compostagem, que em breve estará atendendo também a comunidade na diminuição do volume de orgânicos que vai para o aterro.
Após a visita, Joaquim ressaltou o comprometimento que a empresa tem com as cidades que atende, de mantê-las limpas e, em breve, espera não precisar enviar mais resíduos para o aterro investindo em tecnologia renovável processando os resíduos na própria empresa.

Notícias Relacionadas