Saber Viver

Para viver melhor é preciso que tenhamos consciência dos nossos sentimentos. Porque suas origens e consequências vão nos ajudar para que se decida sobre o próprio agir, sobretudo escolher aquilo com o que se deve romper. A isso chamamos decisão. Decidir é romper, estabelecer um divisor de águas. Às vezes o mal não está nem no que se consome, mas na quantidade, seja na falta ou no excesso. Aprenda a filtrar o que ouve, o que vê, o que lê e até mesmo o que toca. Portanto todo dia é hora de se examinar! Como está sua vida? O que tem lhe movido? Para onde isso está lhe levando? Aonde você quer chegar? Ou melhor, que pessoa você quer ser? O que precisa ser cortado? O que precisa ser cultivado? Dê-se um tempo para se pensar, para se questionar, para que se preciso for, romper. São as perguntas que nos trazem respostas e que nos apontam as mudanças necessárias que devemos fazer. As escolhas estão é claro em nossas mãos e depende muito de nós o querer e o saber viver.

Diácono Carlinhos.

Notícias Relacionadas

Fechar Menu